Nossa equipe tem um arborista certificado pela ISA.

Jardim Arte

23/03/2022 - Megaoperação transfere árvore de 40 toneladas de lugar em SC

Trator em processo de remoção de árvore em Blumenau — Foto: Patrick Rodrigues/NSC

Uma árvore de 20 metros de altura em Blumenau, no Vale do Itajaí, está sendo transferida de local após uma megaoperação nesta quarta-feira (23). A planta, de aproximadamente 50 anos e 40 toneladas, estava no terreno onde será construído um prédio.

O dono do imóvel decidiu replantá-la no Parque Ramiro Ruediger. O trabalho, que começou por volta das 7h, deve custar cerca de R$ 100 mil. Até as 14h40, segundo a prefeitura, as operações continuavam.

A área escolhida para receber a árvore da espécie Sibipiruna fica na entrada do parque, pela rua da Fundação Pró-Família.

Riscos e cuidados
Por se tratar de um exemplar grande e antigo, as equipes precisam de atenção na hora do transporte e replantio.

“No pós-transplantio, a gente tem que cuidar dela como se fosse uma paciente na UTI, até recuperar essa parte de raiz”, comenta o técnico agrícola Flávio Mendes.
De acordo com Flávio, a árvore começou a ser trabalhada fisiologicamente há cerca de seis meses. "A ideia é que ela pudesse armazenar os recursos suficientes para ter sucesso nesse plantio”, comenta o técnico. Ele conta que, durante esse período, foram feitas operações de adubação e estabilização com hormônios. A sangria, que é o corte de raízes, foi realizada aos poucos.

“Foi feito um cálculo com dimensionamento do torrão e a quantidade mínima de raízes que ela precisava. Tanto que ela está aqui com frutos e folhas. Ela não sentiu muito esse corte de raiz", relata Flávio. O desenvolvimento da árvore será acompanhado intensamente pelos próximos dois anos.

Sobre a árvore
A prefeitura informou que a empresa tem as licenças ambientais para construção e poderia plantar outras árvores em outro terreno como forma de compensação. Porém, os responsáveis pelo empreendimento optaram por dar um novo endereço à gigante.

A Sibipiruna, nativa do Brasil, não é considerada uma espécie em extinção, mas as características físicas e biológicas desse exemplar justificam o transplantio.

“É uma árvore adulta, tem já 50 anos, é um exemplar que tem um crescimento lento”, comenta o biólogo Gustavo Garcia.

Créditos: matéria original em: https://g1.globo.com/sc/santa-catarina/noticia/2022/03/23/megaoperacao-transfere-arvore-de-40-toneladas-de-lugar-em-sc-fotos.ghtml